6 Dicas Para Codificar Produtos Alimentares com Código de Barras

Publicado por: José Duarte

Post Date 27/ago/2019 16:30:00

compotas_-_Cpia.jpg

Se é um pequeno produtor de produtos alimentares artesanais e quer distribuir e comercializar os seus produtos, então precisa de etiquetá-los com código de barras.

Seja para compotas, azeites, chás, enchidos etc… este passo é incontornável.

Contudo, apesar da etiquetagem de produtos alimentares ser relativamente fácil, tem regras que deve seguir e respeitar. É por isso perfeitamente normal, que lhe surjam algumas dúvidas sobre quais são essas regras. 

Foi a pensar nessas dificuldades que reunimos 6 das perguntas mais frequentes, para que pessoas que queiram utilizar códigos de barras em produtos alimentares, possam fazê-lo online, sem problemas.

Vamos então ver cada uma dessas perguntas.

1. Sou produtor de compotas e QUERO COLOCAR CÓDIGOS DE BARRAS NOS MEUS PRODUTOS. Como fazer?

Como referimos, os rótulos para produtos alimentares contêm regras de codificação específicas que tem de respeitar.

Nesse caso, o primeiro passo é entrar em contacto com a GS1 Portugal - a instituição de utilidade pública que introduziu os códigos de barras no nosso país - e registar a sua empresa.

Depois de fazer o registo atribuem-lhe um código único, identificativo da sua empresa, que constará nos códigos de barra.


2. O Registo na GS1 é obrigatório?

E a resposta é: 

Sim, tem de se registar obrigatoriamente no GS1, porque é a única forma de ter acesso ao código identificativo único da sua empresa.

E é obrigatório porque, através do código identificativo, existe um controlo de rastreabilidade que tem como objectivo defender sempre os direitos do consumidor.

É um passo que não pode evitar.

Procura Ajuda Para o Seu Rótulo?


rotulo-alimentar-01Que Tal Conversar com Quem o Oriente ?

 

Quero ser Contactado!

                                                                     OU, Ligue já 252 932 753 / 4 / 5

 

3. Quanto custa o registo na gs1?

Não existe uma resposta concreta e final para esta pergunta.

O custo varia consoante a sua facturação e o tipo de produto que comercializa.

A nossa sugestão é que utilize os contactos disponíveis no website da GS1 Portugal e solicite o preçário com os valores actualizados.


4. Que código de barras devo utlizar?

Quando falamos de identificaçao de produtos, o código de barras mais utilizado é o EAN13.

Este tipo de código de barras é composto por 13 dígitos, onde o número de barras é dividido por “3 packs”. 

Para compreender melhor este tipo de codificação, veja a imagem abaixo, cuja legenda ilustra as funções de cada pack de barras.

cdigo_de_barras_alimentar.png

5. Como posso fazer o meu código de barras?

Depois de fazer o seu registo e de ter o seu código identificativo, fazer o código de barras é a parte fácil.

Basta utilizar qualquer um dos softwares existentes no mercado para esse efeito, como o Bartender, que é o software líder de mercado em que mais produtores confiam para criarem os seus próprios códigos de barra.

6. Existe alguma medida especifica da etiqueta para código de barras?

Não.

Contudo, e dependendo da resolução da sua impressora, existe uma largura mínima para a impressão, o que implica adequar a etiqueta ao seu código de barras.

Concluindo:

Como pode ver, não existe nada de muito complexo relativamente à codificação de produtos alimentares. Basta registar-se na GS1, adquirir um software, uma impressora e pode começar a codificar os seus produtos.

No entanto, se tiver alguma dúvida, questão, ou dificuldade, não se preocupe. Peça o contacto de um especialista que o vai ajudar a encontrar a melhor solução para si e para o seu produto.

Informações Rótulos

Autor: José Duarte

Entusiasta por Música e Desporto, Praticante de Crossfit e Treinador de futebol. Dedica-se diariamente em facilitar a rotulagem das empresas, sendo Especialista em Equipamentos de IDentificação, Rotulagem e Etiquetagem!

Tópicos: Rótulos Alimentares

Comentários

Receba artigos no email

Orçamentos de Etiquetas na Hora

Posts Recentes